BLOG

Contrato de gestor de tráfego: gestão de tráfego e cuidados - Laura Albertacci

Contrato de gestor de tráfego: gestão de tráfego e cuidados - Laura Albertacci

Nos encontramos cada vez mais conectados,

as ferramentas digitais criaram novas oportunidades de negócios e conexão, nunca se falou tanto em marca pessoal, criar o próprio marketing pessoal, mediante a tantas mudanças surgiram novas profissões, aliás, tornaram-se conhecidas, dentre elas, o gestor de tráfego.

Acredito, que você já sinta a necessidade de incluir esse profissional no seu negócio e está em busca do seu contrato, é por isso que eu desejo abordar esse tema com bastante cautela e iremos por partes.

Afinal, o que é o gestor de tráfego?

O gestor de tráfego é o profissional que atua em um segmento do marketing digital, esse profissional é o responsável por conduzir e executar estratégias de anúncios veiculados no universo digital, tais como gestão de tráfego pago em Facebook, Instagram, Linkedin, YouTube e demais sociais, Google Ads e internet em si.

O gestor possui o conhecimento relacionado ao comportamento humano mediante a sugestão, como perfis diferentes de indivíduos se conectam e compram produtos.

Dessa forma, o mesmo poderá conduzi-los para o ato de compra, mediante a melhor estratégia de conversão em vendas.

Como o gestor de tráfego atua?

O gestor de tráfego pode trabalhar em agências de publicidade, ser funcionário de uma empresa e cuidar dos anúncios da mesma ou prestar seus serviços por meio de consultoria, ter sua empresa.

É comum que esses profissionais atuem prestando seus serviços a clientes distintos, sendo importante que utilizem contratos específicos a sua realidade de negócio, pois não se trata de mero contrato de prestação de serviços, aliás, cada tipo de contrato possui suas próprias peculiaridades.

O que não pode faltar em um contrato de gestor de tráfego?

Um contrato de prestação de serviços, possui o intuito de estabelecer as condições para o serviço a prestação do serviço contratado, sendo importante que a clareza quanto a forma de trabalho já seja objeto de ponderação quando da fase de negociação e apresentação de proposta.

É importante que o contrato especifique os pontos centrais da prestação do serviços, tais como:

  • Haverá porcentagem de pagamento sobre o ganho auferido com as vendas;
  • Acesso as contas para veiculação da propaganda;
  • Quais plataformas serão utilizadas para a publicidade;
  • A persona será definida pelo gestor? Especificações nesse sentido;
  • Estabelecer as obrigações de cada parte;
  • Prazo;
  • Valores e multa;
  • Rescisão contratual.

Esses são alguns dos pontos, mas o contrato deve estar de acordo com a forma de trabalho do profissional, para que a relação entre o gestor de tráfego e o contratante possa funcionar e não abrir margem para dúvidas durante a prestação do serviço.

Conclusão

Negligenciar o uso de um contrato é incorrer em risco ao negócio, mediante previsão por escrito e estabelecido no documento, se incide direitos para as partes e em caso de descumprimento poderá ser utilizado à via judicial.

 

O contrato profere profissionalismo ao seu negócio, direitos, ele garante segurança jurídica e também afasta indivíduos que não possuem real compromisso com uma relação contratual.

 

Deseja conversar comigo a respeito sobre esse ou outros temas para a proteção do seu negócio, assessoria jurídica? Entre em contato

Artigos relacionados